CAMPO VIVO

Food Service

Soluções dedicadas aos profissionais da restauração

CAMPO VIVO

 

No passado dia 29 de Novembro 2013 em Bogotá, Allison McCain, presidente da MCcain Foods, assinou um acordo de colaboração com o Prémio Nobel da Paz, Muhammad Yunus. Com este acordo inicia-se na Colômbia um negócio de carácter e orientação social denominado Campo Vivo. Este negócio - um centro de excelência no cultivo - procura beneficiar famílias que vivem no campo em condições de pobreza graças ao cultivo e comercialização de batata, cenouras e ervilhas de forma sustentada e justa. Na cerimónia esteve presente o Vice-presidente do país, Angelino Garzón.

O Campo Vivo pretende melhorar a qualidade de vida de famílias colombianas dedicadas ao cultivo e que vivem em condições de pobreza por falta de recursos para conseguir terrenos produtivos, de famílias que não possuem terrenos ou que foram deslocadas dos seus locais de origem devido a conflitos armados no seu país.

Este centro de excelência no cultivo facilitará a educação e apoio aos agricultores com o objectivo de melhorar a produção assim como as condições de trabalho. A iniciativa pretende gerar um negócio rentável, impulsionar o emprego e, em consequência, fazer Do cultivo da batata um negócio de valor acrescentado que contribua para fortalecer e melhorar a qualidade de vida nas comunidades.

O Negócio Social comprará a produção dos agricultores a um preço justo, encarregando-se depois de a vender à indústria e aos diferentes canais de distribuição.

O programa piloto iniciou-se com 25 famílias desfavorecidas que se encarregaram de trabalhar 37,5 ha no município de Une (Cundinamarca). Estas famílias receberam ajuda de uma equipa de agrónomos, trabalhadores sociais e formadores na criação de empresas que ajudaram as ditas famílias durante o período do cultivo.

Durante o próximo ano e meio espera-se que um total de 125 famílias passe a fazer parte do negócio social Campo Vivo, prevendo-se que esta iniciativa venha a beneficiar mais de 1000 pessoas.

A McCain investirá 2,2 milhões de dólares durante os próximos 5 anos no Campo Vivo com o objectivo de garantir o seu funcionamento como modelo de negócio de carácter social, contando com a cooperação de membros da organização professor Yunus e da McCain.

Este primeiro negócio social é o programa piloto que a McCain pretende desenvolver em outros países, com o objectivo de ajudar os agricultores que vivem em situações de pobreza a conseguir rendimentos justos e estáveis, melhorando as suas condições de vida em geral.